sábado, 21 de junho de 2014

Ilha deserta

 
Ilha deserta.
Para onde eu gostaria de ir...
Um lugar onde somente eu e meus pensamentos habitassem.
Eu seria a zeladora do farol e meus pensamentos a luz que ilumina o mar.
Seríamos felizes juntos... Eu e meus pensamentos.
Seríamos cúmplices e confidentes.
Sofreríamos as nossas dores e não as de ninguém.
Seríamos responsáveis pelas lágrimas e pelos sorrisos.
Seríamos o só e o alguém.
O nada e o ninguém.

(Paula R. Cardoso Bruno)

Nenhum comentário:

Postar um comentário